Search
Close this search box.

Termômetros na Europa batem recorde de temperatura e ondas de calor já matou mais de mil pessoas

Compartilhar

A Europa tem enfrentado altas temperaturas e os termômetros têm registrado e ultrapassado a marca dos 40°C. Essa extrema onda de calor já matou mais de mil pessoas e causou uma série de incêndios florestais. Além disso, essa situação pode ser agravada para um ”apocalipse de calor”, previsto para esta segunda (18) nas regiões do Sudoeste.

Segundo o meteorologista François Gourand, a previsão não é uma das melhores. Nesta segunda, o calor promete bater o recorde histórico nos termômetros. Em Portugal, em algumas regiões, foram registradas temperatura que batem os 47°C. Havendo uma maior preocupação em relação aos incêndios.

Como consequência dos incêndios, cerca de 20 mil pessoas foram evacuadas dos países mais afetados e, ao menos, 25 mil hectares de vegetação foram destruídos nos países da Europa continental.

No Reino Unido a previsão de calor também deve bater o recorde de 2019 que foi de 38,7ºC e chegar aos 40ºC.  Já na Espanha, a situação é mais grave, as temperaturas já chegaram a 45,7ºC na última semana e várias áreas florestais tiveram focos de incêndios. Só no país já morreram 360 pessoas nos últimos dias devido ao calor.

Ultimas notícias