Procurador-geral da República entra em bate-boca com colega ao vivo

Compartilhar
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram

O procurador-geral da República, Augusto Aras, bateu boca com um colega durante a sessão desta terça (24), no Conselho Superior do Ministério Público Federal. O PGR foi para cima do subprocurador Nívio de Freitas, até que os seguranças interviram para não acontecer uma agressão física.

A discussão começou porque um aliado de Aras, Joaquim Barros Dias, não havia se inscrito no edital para uma vaga na quarta Câmara de Coordenação e Revisão. Aras defendeu que ele poderia ser votado mesmo sem ter se inscrito, mas outros subprocuradores discordaram.

Toda a discussão foi transmitida ao vivo, ao anunciar que abriria uma votação o procurador-geral foi interrompido pelo subprocurador: “Eu vou abrir uma votação para sustentar o ponto de vista dessa questão”, Nívio interrompeu ‘Posso sustentar meu ponto de vista, presidente?’. Aras permitiu, porém, disse que não toleraria aquela bagunça que está estava acontecendo, foi então que o bate-boca começou.

Após batidas na mesa, Aras se levantou indo em direção ao colega, Augusto Aras fez a repetição várias vezes “Vossa Excelência não é digno de respeito”.

A transmissão foi interrompida pouco tempo depois da confusão.

Ultimas notícias