Search
Close this search box.

Polícia encontra corpo de responsável por câmeras de clube onde tesoureiro do PT foi morto

Compartilhar

A polícia do Paraná encontrou, na tarde de domingo (17), o corpo de um vigilante que seria um dos diretores da Associação Recreativa Esportiva Segurança Física de Itaipu (Aresf), em Foz do Iguaçu, onde o tesoureiro do PT de Foz, Marcelo Arruda, foi assassinado no dia 9 de julho. A causa da morte teria sido suicídio, mas não há confirmação ainda.

Ele era apontado como uma das pessoas que poderia ter liberado as imagens da festa que Arruda fazia para comemorar os seus 50 anos para policial penal federal Jorge José Guaranho, autor dos disparos que matou Arruda.

Claudinei seria o “responsável pelo fornecimento das senhas” das câmeras de segurança do clube. Ele teria fornecido as senhas para o assassino José João Guaranho para que ele pudesse ver, através das câmeras de segurança, a festa em que Marcelo Arruda estava comemorando o aniversário. Guaranho estava em um churrasco em outro clube, na mesma rua.

Claudinei conhecia Guaranho, que já havia sido diretor da Aresf 

De acordo com a defesa da família Arruda, o nome da vítima não havia sido citado no inquérito e a informação só poderá ser confirmada após perícia no aparelho celular. No entanto, outra fonte que também trabalha na associação a permissão para ver as câmeras não era um procedimento comum e citou Claudinei como responsável por permitir acesso às imagens das câmaras de monitoramento do clube onde Arruda foi morto.

Segundo informações da imprensa da região, desde o ocorrido no dia 9 de julho, o vigilante vinha passando por muita pressão.

A Itaipu divulgou nota de pesar sobre a morte do funcionário, mas sem mencionar causa ou a situação pela qual vinha passando.

“A Itaipu Binacional manifesta seu profundo pesar pela morte do empregado (…) ocorrida neste domingo (17), em Medianeira (PR). Tinha 44 anos e deixa esposa e três filhos. 

Ele trabalhou na Itaipu por 20 anos, sempre como agente de segurança na Divisão de Segurança da Central. A Itaipu está prestando toda a assistência necessária à família, a quem expressa suas condolências”, diz a nota.

Fonte: Bem Paraná

Ultimas notícias