Pai mata filho de 10 anos com disparo de arma de fogo

Compartilhar
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram

O pai da criança tinha aproximadamente 40 anos e foi identificado como Jonathan João Pelepenko, ao qual matou o filho de 10 anos Johan Nijou Pelepenko, neste domingo (8) e cometeu suicídio logo em seguida, o que teria motivado o crime foi um pedido judicial negado.

Segundo a Polícia Militar, o autor era separado da mãe e estava hospedado em um hotel na Vila Constança, Zona Norte de São Paulo, onde matou a criança.

Quem recebeu o chamado foi o tenente Carvalho, e quando chegou ao local encontrou os 2 corpos no quarto com marcas de disparo na cabeça.

Segundo a advogada da mãe do garoto, o pai não apresentava sinais para um crime tão brutal.  No dia 4 de maio teria participado de uma audiência virtual, onde teve o pedido judicial negado para ficar com a criança no Sul, o que teria motivado o crime.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP), “o caso foi registrado como homicídio e suicídio no 73º DP (Jaçanã) e encaminhado para investigação do 39º DP, na Vila Gustavo”.

Jonathan, pai da criança, era de Marau, no Rio Grande do Sul, e estava em São Paulo para visitar o filho.

Ultimas notícias