Search
Close this search box.

O “fora Kitty” é orquestrado na casa ao lado, com som alto e conta paga pela ‘miga’

Compartilhar

Quando a eleição de 2022 acabou, foi um verdadeiro esfacelamento para os que apostaram em ACM Neto do União Brasil, o governador Jerônimo tratou de declarar que seria muito mais partícipe das campanhas dos que o apoiaram, Jerônimo Rodrigues não poupou esforços em pedir uma captação política dos seus verdadeiros aliados.

Meses após, já tinham órfãos migrando de partidos, prefeitos pedindo ajuda para colegas que apoiaram Rodrigues e a prefeita de Taperoá, no Baixo Sul da Bahia, foi uma verdadeira estadista no que se diz respeito a abraçar e colaborar com os que necessitavam enquanto colegas.

Kitty, capitaneou na região a operação “migração Avante”, partido que substituiu o Partido Progressista no staff mor do governo estadual.

Entretanto, sendo ponte para apresentar a alguns as principais personas do Governo Federal e permitir caminhos aos seus colegas, Kitty começou a colher a ingratidão. Isso porque a principal estrutura de um de seus concorrentes políticos municipal, vem sendo bancada por quem mais recebeu a blindagem da prefeita.

Kitty, que se mede por sua régua de dignidade e respeito, não teve ainda o feeling de que deu guarida a uma família de carlistas que estão disfarçados de pré-petistas e não estão preocupados em demover sua moral política local.

A esta altura sinais já foram dados, provas já foram apresentadas e até áudios já fazem parte das comprovações do projeto ‘fora Kitty’, além do atestado já dado a ela mesma durante os festejos de São Brás.

Contudo, o que conforta o time que torce pela assistente social, é que ela como inimiga é melhor ainda, e, se ainda não caiu a ficha em breve cairá e a região verá a leoa atacar em seu safari e no safari vizinho.

Avante, Kitty!

Ultimas notícias