Search
Close this search box.

Nilo Peçanha: Jacqueline dá comando de pagamento dos precatórios para otimizar popularidade

Compartilhar

Em meio a baixos índices de avaliação de sua gestão, a prefeita Jacqueline Soares (Avante) anunciou uma medida ousada para reverter a situação: o pagamento de 80% dos precatórios do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério – Fundef. A decisão visa não apenas creditar dinheiro na conta dos professores nilopeçanhenses, mas também impulsionar a popularidade da gestora diante de um cenário desafiador.

A medida ganha relevância no contexto político local, especialmente considerando que o candidato natural do governador Jerônimo Rodrigues (PT) para o município é Carlos Azevedo, conforme indicado pelo gabinete do chefe do executivo estadual. A prefeita busca, assim, marcar território e fortalecer sua posição frente a desafios políticos iminentes.

O governo de Jacqueline enfrenta críticas e desgastes em várias frentes, desde questionamentos sobre processos licitatórios até a distribuição do comando na administração municipal. A interferência do seu pai, o ex-prefeito Galdino Oliveira, é apontada como uma fonte de instabilidade, assim como outras questões ligadas à falta de comando administrativo efetivo.

O pagamento dos precatórios na área educacional não beneficiará a comunidade escolar – já que a gestora não trouxe detalhes do que fará com os 20% restante e os juros dos 17 milhões. A base efetiva será direcionada na melhoria da imagem da prefeita, buscando reconquistar a confiança dos munícipes. Resta agora acompanhar como a população irá reagir diante dessa iniciativa e como ela impactará a dinâmica política local nos próximos meses.

Ultimas notícias