Mulher é atacada junto com o filho por cão da raça rottweiler

Compartilhar
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram

O cachorro saltou pela janela do carro

Nesta segunda (6), um dia depois de ter se ferido durante o ataque de um cão da raça rottweiler, a recepcionista Glaucia Nanci de Souza se recupera do susto.

Ela, o marido e o filho de 3 anos passeavam com o animal de estimação da família por uma rua no bairro Vila Virgínia neste domingo (5), em Ribeirão Preto (SP), quando foram surpreendidos por um cachorro, que pulou a janela de um veículo em movimento, as imagens foram gravados por câmeras de segurança.

Nas imagens, é possível ver que o cachorro pula a janela do veículo em movimento e corre na direção da família. O homem pegou a criança no colo e a mulher pegou o cão de estimação. Todos correm em direção a uma praça na Rua Franco da Rocha na tentativa de escapar do ataque.

Mesmo assim, é possível ver que o rottweiler consegue atacar a mulher, enquanto ela protege o cão dela, no colo. “O vidro (do carro) estava semiaberto. O cachorro, quando viu meu cachorrinho, começou a ficar muito nervoso, latir. Nisso, ele foi muito rápido e pulou. Eu consegui colocar meu cachorro no colo, virei de costas e o cachorro realmente veio avançar e acabou me ferindo nas costas”, conta a mulher atacada.

Glaucia conta que enquanto tentava salvar o cãozinho do ataque e se proteger, o marido pegou o filho no colo e todos correram na direção oposta da via, para uma praça na Rua Barão de Mauá.

“Comecei a gritar muito, tinha algumas pessoas na rua e eles vieram ajudar a gente”.

A recepcionista ficou com arranhões nos braços e nas costas, mas passa bem. Glaucia ainda fez um apelo para donos de cães de grande porte para que não deixem seus animais sem supervisão.

“Respeitem as pessoas, façam ao máximo para que esse tipo de acidente não aconteça, porque poderia ter sido muito mais grave. Poderia ter machucado muito mais meu cachorro, me machucado e atacado meu filho”.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), animais não podem ser transportados soltos no colo, nem no porta-malas ou na caçamba de picapes. O motorista que for flagrado cometendo a infração, está sujeito à multa e perda de pontos na carteira.

Fonte: G1

Ultimas notícias