Ministro da Saúde apresenta motivos para o fim da emergência sanitária

Compartilhar
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram

Com a distribuição de mais de 476 milhões de doses de vacina e queda da taxa de mortalidade causadas pelo covid-19 o ministro Marcelo Queiroga relata em entrevista fim da emergência sanitária.  “A covid não acabou e não vai acabar, e nós precisamos conviver com essa doença e com esse vírus. Felizmente, parece que o vírus tem perdido a força, tem perdido a letalidade, e cada dia nós vislumbramos um período pós-pandêmico mais próximo de todo mundo”, detalhou o ministro nesta segunda (18).

IMPLICAÇÕES
A decisão flexibiliza algumas medidas tomadas desde o início da pandemia, como o uso de máscaras. Também serão alterados critérios quer facilitam a compra de insumos médicos sem licitação.

OMS
Segundo a OMS, apesar da queda do número de contágios e óbitos, a covid-19 representa um risco contínuo de propagação internacional. Para a entidade o vírus continua a evoluir e a sofrer mutações.

Ultimas notícias