Search
Close this search box.

Léo Santana e Lore Improta reúnem famosos em baile beneficente pra Osid

Compartilhar

Evento em prol das Obras Sociais Irmã Dulce aconteceu no espaço Casa Pia, em Salvador

A dançarina Lore Improta e o cantor Léo Santana reuniram, nesta segunda-feira (29), dezenas de famosos na Noite da Aclamação, um baile de gala beneficente em prol das Obras Sociais Irmã Dulce (Osid). O evento foi realizado no espaço Casa Pia, em Salvador.

Com o tema “De todos os Santos, Encantos e Axé”, o encontro tem objeitvo arrecadar recursos para Osid e celebrar a riqueza cultural da Bahia. Os 500 convidados chegaram em um extenso tapete vermelho e curtiram show do cantor Carlinhos Brown.

Antes do show do Cacique do Candeal, o evento contou com apresentação do bloco afro Malê Debalê e com artistas locais, como a cantora Marinez, conhecida por ter feito parte da Banda Reflexu’s, grupo iniciado na década de 80 e que imortalizou a canção Madagascar Olodum.

Se apresentaram também Sarajane, referência na axé música com a música A roda, Márcia Freire e Carla Visi, duas ex-vocalistas do grupo Cheiro de Amor, e Gilmelândia (ex-Banda Beijo). A cantoria teve ainda participação do grupo Ganhadeiras de Itapuã, formado por mulheres que valorizam as tradições culturais no bairro de mesmo nome.

“É uma maneira da gente propagar e aclamar nossa cultura na culinária, no figurino, na decoração, enfim, conseguimos movimentar diversos aspectos”, disse a anfitriã Lore Improta.

Entre os famosos estavam Preta Gil, Regina Casé, os ex-BBBs Lucas Pizane e DG, Rita Batista, Rafa Marques e Pati Guerra. Também foram os influenciadores Thaynara OG, Pequena Lo, Lore Rufis, Leozito, entre outros.

“É um abre-alas para o carnaval do Brasil, com toda essa representatividade aclamando a cultura baiana por meio da música, da moda e da gastronomia. E o principal, sendo evento beneficente”, disse Thaynara OG, que estava vestida com um look da grife baiana Meninos Reis.

Com um vestido dourado, Preta Gil comemorou a realização da Noite da Aclamação. A cantora definiu aos risos o evento como o Met Gala da Bahia.

Três pessoas foram homenageadas no evento: Mirinha, primeira deusa do ébano do Ilê Aiyê, bloco afro que completa 50 anos, o cantor Gerônimo e Vera Lacerda, fundadora do Ara Ketu.

Os recursos arrecadados serão destinados à implantação de leitos de UTI no Hospital Santo Antônio, um projeto avaliado em R$ 6,5 milhões.

A OSID é responsável por um dos maiores complexos de saúde do Brasil, oferecendo atendimento 100% gratuito, com mais de 5,6 milhões de procedimentos ambulatoriais anuais na Bahia.

Os anfitriões contaram ainda que querem estimular nos convidados um olhar mais aguçado de Salvador.

“Esperamos transformar o baile em um evento anual. Fortalecer a cultura baiana e estimular doação para as Obras de Irmã Dulce”, ressaltou Léo Santana.

Looks dos anfitriões e musical

Os looks de Lore Improta e Leo Santana traduziram um pouco a cultura da Bahia. A dançarina esteve com um vestido vermelho. Na calda, elementos que remetiam ao carnaval e Salvador.

O GG combinou com a esposa e apostou no figurino vermelho. A bandeira da capital baiana, brilhante, em um dos braços foi o diferencial.

Os convidados assistiram também ao musical “Todos os Santos, Encantos e Axé”, sobre a história do Axé Music, desde os tempos primórdios até os anos 2000.

O espetáculo retratou as diversas transformações e apresentou fatos históricos e inusitados da música baiana.

Com fotos de momentos históricos, uma exposição foi montada em um corredor de 60 metros, criando um percurso de história e ludicidade.

Enquanto assistiam ao musical, os convidados desgustaram um menu do chef Vini Figueira.

  • um welcome cocktail com filé Wellington;
  • coxinha de moqueca;
  • meia lua de lagosta;
  • camarão no tempurá de tapioca;
  • trufa de carne seca com queijo e banana da terra;
  • bruschetta de brie com geleia de pimenta.

No cardápio havia ainda o prato principal: risoto de camarão com camembert e champanhe. A outra opção foi um filé mignon au poivre ver servido com mousseline de mandioquinha e farofa de olicuri.

Para a sobremesa, a cocada baiana com baba de moça jardim gourmet. Os vegetarianos comeram um risoto de coxo verde com asporos.

FONTE: G1 Bahia

Ultimas notícias