Homem é preso ao descumprir medidas e perseguir ex-mulher no DF

Compartilhar
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram

Há cerca de um mês, a vítima decidiu se separar e, ao comunicar a decisão ao homem, foi agredida fisicamente, injuriada e ameaçada.

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), através da 38ª DP (Vicente Pires), deflagrou nova fase da operação Perseguidores e prendeu, nessa sexta-feira (13/5), um homem, de 24 de anos, após ele descumprir medidas protetivas e perseguir a ex-companheira, de 21 anos.

Há cerca de um mês, a vítima decidiu separar dele e, ao comunicar a decisão ao homem, foi agredida fisicamente, injuriada e ameaçada. Ela registrou ocorrência policial e o autor foi preso em flagrante, mas solto na audiência de custódia. O casal possui uma filha em comum.

Porém, fora concedido à vítima medidas protetivas. Estas proibiam o agressor de retornar ao lar conjugal, de manter contato com a vítima por qualquer meio de comunicação e de se aproximar dela em uma distância inferior a 300 metros.

Desconsiderou determinação
Mesmo ciente das medidas impostas, o homem, na madrugada do último domingo (8/5), invadiu o apartamento da mulher, que não estava no local. Por volta das 3h, uma amiga da vítima, que ia dormir no apartamento, foi ao local e se deparou com o agressor. Ele tomou o celular dela e passou a ver as mensagens, sempre perguntado sobre o paradeiro da ex-companheira.

Ao voltar para casa, a mulher foi recebida pelo homem. Ela foi para o quarto e guardou a faca “de estimação” do autor. Em seguida, voltou para sala e disse que ele não poderia ficar lá em razão das medidas protetivas. O autor irritou-se e passou a procurar pela faca. Temendo pela vida, a vítima e a amiga fogem do apartamento e descem correndo pelas escadas, sendo perseguidas pelo autor.

Na manhã do dia seguinte (9/5), o autor retornou para o apartamento da vítima, mas a mulher não se encontrava. Ele passou o dia todo esperando por ela, a qual não retornou mais ao local.

A vítima retornou à 38ª DP e informou sobre o descumprimento das medidas protetivas. O pedido de prisão preventiva foi atendido pela Justiça e o autor foi preso na sexta.

O homem foi indiciado pelos crimes de perseguição e descumprimento de medidas protetivas e, caso condenado, está sujeito a pena que pode alcançar os 5 anos de prisão.

Fonte: Metrópoles

Ultimas notícias