Chile: Mulher engole chip de cachorro após comer espetinho de carne

Compartilhar
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram

Uma mulher de nacionalidade chilena acabou ingerindo um microchip de cachorro após comer um churrasco que comprou na rua.

A Câmara Municipal da comuna Estación Central, em Santiago, publicou nessa quinta via Twitter um alerta a população sobre os riscos do consumo de alimentos sem procedência conhecida.

A vereadora Michelle Tabilo relatou por meio de suas redes sociais, que a mulher procurou um hospital ao sentir “incômodo” no estomago. Então, foi verificado que ela tinha engolido um rastreador próprio para cães. Logo após apuração, foi constatado que a carne ingerida por ela era de um cachorro.

Segundo o portal “Cooperativa”, a vereadora solicitou uma “inspeção de alimentos no comércio ilegal” com objetivo de resolver este problema que não afeta somente o município em questão. A prefeitura realizou uma operação afim de fiscalizar o comércio local.

Veja agora algumas doenças causadas por alimentos contaminados:

A campanha do Dia Mundial da Segurança dos Alimentos foi criada por resolução da Assembléia Geral das Nações Unidas, em 2018.

Atualmente, no mundo, estima-se que uma em cada dez pessoas adoecem após consumir alimentos contaminados, e que 420 mil pessoas morrem a cada ano, sendo que crianças menores de 5 anos são as mais afetadas, com 125 mil mortes anuais.

As doenças causadas por alimentos contaminados produzem principalmente sintomas como vômitos, diarreia e inchaço abdominal, porém podem variar de acordo com o microrganismo que está se desenvolvendo no alimento.

1. Salmonelose – Os alimentos contaminados por Salmonella podem causar o surgimento de sintomas, como náuseas, vômitos, dores abdominais, diarreia, febre acima de 38º, dores musculares e dor de cabeça. A Salmonella pode ser encontrada principalmente em animais criados em fazendas, como galinhas, vacas e porcos, por exemplo. Assim, as principais fontes de contaminação são os alimentos provenientes desses animais, principalmente quando consumidos crus ou mal cozidos, como carnes, ovos, leite e queijo, por exemplo

2. Contaminação por Bacillus cereus – Esse microrganismo pode ser encontrado em diversos ambientes, sendo identificado principalmente em produtos agrícolas e de origem animal. Assim, as principais fontes de contaminação por Bacillus cereus acontece por meio do consumo de leite não pasteurizado, carne crua, além de verduras e legumes frescos ou cozinhados e armazenados em temperaturas pouco adequadas.

3. Infecção por Escherichia coli – A Escherichia coli é uma bactéria que pode ser naturalmente encontrada no intestino das pessoas e animais, sendo frequentemente isolados das fezes. Assim, a principal forma de contágio por E. coli acontece por meio do contato com alimentos contaminados por essa bactéria, seja por meio do consumo de alimentos mal cozinhados, como carne mal passada ou salada, ou preparados com poucos cuidados de higiene.

4. Intoxicação por Staphylococcus aureus – A bactéria Staphylococcus aureus pode ser naturalmente encontrada na pele e nas mucosas, sem causar qualquer sintoma. No entanto, é responsável também pela produção de toxinas que podem ser encontradas principalmente em alimentos embutidos, como presunto e salsichas, por exemplo, já que são alimentos com grande quantidade de sódio, o que favorece a proliferação dessa bactéria nesses alimentos e produção de toxinas.

Ultimas notícias