Bahia: Começa hoje as inscrições para o Programa Educar para Trabalhar

Compartilhar
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) publicou, nesse sábado (2), o edital nº 09/2022, para a nova etapa do programa Educar para Trabalhar, que ofertará 110.459 vagas, de 43 cursos de qualificação profissional ou de Formação Inicial e Continuada (FIC), na modalidade de ensino não presencial de Educação à Distância (EAD), de 10 Eixos Tecnológicos. As inscrições para o processo simplificado de seleção serão abertas na segunda-feira (4) e seguirão até 9 de maio, exclusivamente, por meio de formulário eletrônico, disponível no Portal da Educação.

As vagas são destinadas a estudantes e egressos do Ensino Médio ou dos cursos técnicos de nível médio da rede estadual de ensino. O ingresso nos cursos ocorrerá por sorteio eletrônico, de modo aleatório e equitativo, de caráter classificatório, que será realizado no dia 10 de maio. No mesmo dia, será divulgado o resultado parcial da lista de classificados. O resultado será publicado no dia 13 de maio, as matrículas acontecerão de 14 a 22 de maio e as aulas estão programadas para iniciar no dia 23 de maio. As atividades do Educar para Trabalhar são desenvolvidas em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac); o Serviço Nacional de Aprendizagem industrial (Senai); e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), sendo os mesmos responsáveis pela prestação dos serviços educacionais.

Para ingresso nos cursos, os interessados devem ser residentes e domiciliados no estado da Bahia; possuir registro de matrícula junto à Secretaria da Educação do Estado da Bahia; possuir Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) válido; estudantes regularmente matriculado no Ensino Médio ou nos cursos técnicos de nível médio da rede pública estadual no ano letivo de 2022 ou egressos do Ensino Médio ou dos cursos técnicos de nível médio da rede pública estadual que tenham concluídos os estudos no período de 2016 a 2021; e possuir documentação pessoal e registro de matrícula atualizados junto à unidade escolar na qual está ou esteve matriculado.

Ao todo, o programa Educar para Trabalhar ofertou, desde 2021, 200 mil vagas como parte da política de expansão da oferta da Educação Profissional e Tecnológica pelo Governo do Estado, segundo destacou o superintendente de Educação Profissional e Tecnológica da SEC, Ezequiel Westphan. “Estamos dando continuidade à política de qualificação profissional dos estudantes e egressos da rede estadual como parte da formação cidadã e de inserção no mundo do trabalho promovida pelo Governo do Estado”.

Os cursos ofertados são: Almoxarife , Administrador de Bancos de Dados; Assistente Administrativo; Assistente de Contabilidade ; Auxiliar de Laboratório de Microbiologia ; Agricultor Agroflorestal; Assistente de Recursos Humanos ; Agente Cultural; Agente de Gestão de Resíduos Sólidos; Agente de Informações Turísticas; Almoxarife de Obras; Assistente de Logística; Auxiliar Administrativo Rural ; Auxiliar Agropecuário ; Auxiliar em Agricultura de Precisão ; Bovinocultor de Leite; Bovinocultor de Corte ; Cerimonialista; Controlador e Programador de Produção; Desenvolvedor de Jogos Eletrônicos; Desenhista da Construção Civil ; Desenhista de Móveis ; Desenhista de Produtos Gráficos WEB ; Desenhista Mecânico ; Instalador e Reparador de Redes de Computadores ; Montador e Reparador de Microcomputadores; Organizador de Eventos; Produtor Cultural; Programador de Dispositivos Móveis; Programador de Sistemas; Programador Web; Recepcionista em Serviços de Saúde; Representante Comercial; Vitrinista; Inspetor de Qualidade; Operador de Processamento de Grãos e Cereais Operador de Processamento de Frutas e Hortaliças ; Operador de Processos Químicos Industriais; Operador de Tratamento de Águas e Efluentes; Operador em Petróleo e Gás; Auxiliar em Agroecologia; Vitrinista; e Padeiro.

Fonte: Ascom

Ultimas notícias