Search
Close this search box.

SSP empregará 750 policiais e tecnologia no Carnaval do Santo Antônio além do Carmo

Compartilhar

Portais de Abordagem com câmeras do Sistema de Reconhecimento Facial auxiliarão as ações de inteligência

A Secretaria da Segurança Pública atuará com 750 policiais militares, civis e técnicos no Carnaval do Santo Antônio além do Carmo, na capital baiana. Na manhã desta terça-feira (30), representantes das forças de segurança, dos 14 blocos que desfilam no evento e moradores se reuniram para tratar sobre questões do evento.

Quatro Portais de Abordagem serão montados pela PM nos acessos da festa. Objetos cortantes e pistolas de água serão proibidos. Oito câmeras do Sistema de Reconhecimento Facial da SSP serão implantadas nos bloqueios.

A PM também realizará, em parceria com a Transalvador, o controle do acesso de veículos.

Pela primeira vez, Postos de Comando e do Departamento de Polícia Técnica, além de uma Delegacia Especial de Área (DEA), serão montados no Forte da Capoeira.

Polícia Militar

O efetivo do 18º Batalhão da Polícia Militar (BPM/Centro Histórico) reforçará o trabalho ostensivo com patrulhas espalhadas ao longo da região. Postos Elevados de Observação serão utilizados.

“Estaremos com o reforço do efetivo do Comando de Policiamento Regional da Capital (CPR-C) Baía de Todos os Santos e de unidades especializadas. Três Bases Móveis serão distribuídas em pontos estratégicos”, detalhou o comandante da unidade, tenente-coronel Agnaldo Ceita.

Polícia Civil

Cerca de 100 policiais civis entre delegados, escrivães e investigadores desempenharão ações de inteligência no evento. Registro de Boletim de Ocorrência, formalização de procedimento e orientações para os foliões serão promovidos, onforme detalhou o coordenador de operações da PC, delegado Arthur Guimarães.

“Equipes da Delegacia de Proteção ao Turista (Deltur) estarão empregadas na DEA para atender, com mais facilidade, o turista”, disse o delegado.

Equipes veladas atuarão no Centro Histórico para identificar e capturar criminosos. 

Integrantes das Secretarias Municipais de Ordem Pública (Semop) e de Desenvolvimento e Urbanismo e da Prefeitura-Bairro do Centro Histórico, além da Transalvador participaram do encontro.

FONTE: SSPBA

Ultimas notícias