Polícia Civil visita escolas e realiza orientações no interior da Bahia

Compartilhar

A Polícia Civil, por meio do Departamento de Polícia do Interior (Depin), está realizando ações de conscientização e orientações em diversas escolas de municípios baianos. Dezenas de instituições de ensino foram visitadas em cidades das 26 Coordenadorias Regionais do Interior (Coorpins), desde a segunda (10). As visitas vão seguir nas centenas de cidades cobertas pelas coordenadorias.

Junto com professores, delegados e investigadores orientam à comunidade escolar sobre os cuidados dentro das instituições de ensino, a importância da denúncia, o combate à desinformação e as notícias falsas, além da forma de agir diante de um fato mais crítico. As visitas e orientações integram as ações da Polícia Civil dentro da Operação Nacional Escola Segura, deflagrada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), por meio da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

A Delegada-Geral, Heloísa Campos de Brito, destaca a importância da aproximação com as comunidades. “Estamos indo além do trabalho investigativo. A população é engajada com seu papel social. Por isso, tenho certeza que é nesta união entre a sociedade e a polícia, que conseguiremos superar esse momento desafiador”, afirmou.

Até essa sexta (14), ações da Polícia Civil, realizadas dentro da Operação Escola Segura, já resultaram na condução de 23 adolescentes, na capital e interior do estado, por atos infracionais relacionais a ameaças e incitação ao crime. Foram lavrados procedimentos relacionados ao Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), os quais serão encaminhados para a Promotoria da Infância e da Juventude, do Ministério Público da Bahia.

As unidades da Polícia Civil podem solicitar ao Ministério Público a aplicação de medidas socioeducativas previstas no ECA, que vão desde advertência e obrigação de reparar o dano, até uma internação em um estabelecimento educacional, que pode durar até três anos, para os adolescentes envolvidos com atos infracionais análogos a ameaça ou incitação ao crime.

Participam da Operação Escola Segura, os Departamentos de Inteligência Policial (DIP), de Polícia do Interior (Depin) e de Polícia Metropolitana (Depom), com o apoio do Laboratório de Inteligência Cibernética (Cyberlab). Para denunciar, as pessoas podem ligar para 181, no Disque Denúncia da Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA). Para registrar um boletim de ocorrência, podem procurar a delegacia mais próxima ou na Delegacia Virtual, pelo site: https://delegaciavirtual.sinesp.gov.br.

Ultimas notícias