Mãe é acusada de matar o filho de 5 anos por ser autista

Compartilhar
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram

Na última quinta, uma mulher foi presa acusada de matar o próprio filho de 5 anos, no município de Ibiquera, na Chapada Diamantina. O crime aconteceu no dia 1° de maio, e ao ser questionada pela polícia a mãe confessou ter envenenado e enterrado o pequeno Romério Sampaio.

O crime aconteceu com a participação de mais 2 mulheres e do próprio avô da criança, que foram presas em flagrante e a mãe, pelos polícias da 12ª Coorpin de Itaberaba (Coordenadoria Regional de Polícia do Interior), o avô se encontra foragido.

“Quando chegamos na residência da genitora, questionamos onde a criança estava, a mãe primeiramente disse que o filho estava viajando, posteriormente acabou confessando que a criança havia sido morta por ela com chumbinho e depois enterrada na zona rural do município de Ibiquera, cinco quilômetros de distância da cidade”, disse o coordenador da 12ª Coorpin, delegado Geraldo Adolfo.

O corpo foi encontrado numa cova rasa, em local de difícil acesso no município de Ibiquera. A mãe afirmou ter colocado chumbinho na água e na comida da criança, no sábado (30), e que no dia seguinte, teria encontrado o filho morto, e assim resolveu levá-lo para enterrar. “ele era autista, mexia nas panelas e desarrumava a casa”, foi o que disse a mãe ao ser questionada pela morte do próprio filho.

As três mulheres foram autuadas em flagrante, pelo crime de destruição, subtração ou ocultação de cadáver, e a mãe também responderá por homicídio.

“Ela não apresentou nenhum tipo de remorso durante o depoimento. Confessou o crime com tranquilidade”, disse o delegado Geraldo.

Ultimas notícias