Search
Close this search box.

Investigador da Polícia Civil é morto em Feira de Santana

Compartilhar

A Delegacia de Homicídios de Feira de Santana investiga a morte do investigador da Polícia Civil, Marcelo Ribeiro Falcão, de 51 anos, atingido por tiros na madrugada desta segunda (11), no Bairro Novo Horizonte, no munícipio. Marcelo era coordenador do Serviço de Investigação (SI) da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) em Feira. Ele estava na corporação há 18 anos.

O corpo de Marcelo foi encontrado próximo ao veículo que conduzia, modelo Jeep Renegade, na Rua Padre Manoel da Nóbrega. O investigador residia em Feira. De acordo com a Polícia Civil, as equipes da delegacia especializada buscam imagens de câmeras de vigilância da região na tentativa de identificar as circunstâncias do fato. A autoria e motivação ainda são desconhecidas. 

Ao site Acorda Cidade, a delegada Ludmila Vilas Boas e Santos, responsável pelo levantamento cadavérico, informou que o corpo do investigador estava a cerca de 300 metros do veículo, local onde fora baleado. Acrescentou ainda que havia perfuração por arma de fogo em um dos vidros do lado do motorista e marcas de sangue no banco do motorista. 

“O veículo havia descido uma pequena ribanceira na via pública. Se encontrava em uma posição como se tivesse sido abandonado, com as portas abertas. O corpo estava a cerca de 300 metros à frente. Imagina-se então, diante disso, que a ação delituosa tenha começado no interior do veículo”, relatou”. 

Ultimas notícias