Homem disfarçado tenta vandalizar quadro da Mona Lisa em Paris

Compartilhar
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram

O famoso quadro de Leonardo da Vinci, La Gioconda, também conhecido como Mona Lisa, foi coberto com bolo este domingo por um homem disfarçado de mulher idosa que saltou de uma cadeira de rodas e protestou a favor do Planeta Terra. O quadro não ficou danificado.

De acordo com vários vídeos e testemunhos nas redes sociais, um homem francês vestido de mulher idosa numa cadeira de rodas, tentou partir o vidro à prova de bala onde se encontra a obra preciosa, dizendo: “Há pessoas que estão a destruir a Terra. Todos os artistas, pensem na Terra. Foi por isso que fiz isto. Pensem no planeta.”

Quadro da Mona Lisa vandalizado

Os funcionários do Museu do Louvre em Paris, onde o retrato enigmático ocupa um lugar de destaque, recusaram-se a comentar sobre o bizarro incidente, que foi filmado e publicado nas redes sociais.

Contudo, o homem de 36 anos foi detido e colocado em tratamento psiquiátrico.

Nas imagens, pode ver-se um colaborador do museu a limpar o bolo do vidro e o homem vestido de branco a ser escoltado pelos seguranças.

A preciosa obra de Leonardo da Vinci já foi alvo de tentativas de vandalismo no passado, mas ficou ilesa graças à sua caixa protetora de vidro à prova de bala.

Em dezembro de 1956 um homem boliviano atirou uma pedra ao quadro, danificando o cotovelo esquerdo de Mona Lisa. Posteriormente, em 2005, o quadro foi colocado numa caixa reforçada que também controla a temperatura e a humidade.

Já em 2009, uma mulher russa atirou uma chávena de chá vazia ao quadro, que riscou ligeiramente a caixa.

O Louvre é o maior museu do mundo, albergando centenas de milhares de obras que atraiam cerca de 10 milhões de visitantes por ano, antes da pandemia covid-19.

Fonte: Diário de Notícias

Ultimas notícias