Descartaram Adailton, mas ele segue na base

Compartilhar
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram

“Sigo aonde eu estou”, disse Adailton Francisco (PSB), a mim, Wellingthon Anunpciação, por telefone, nessa quinta (07), quando resolvi consultar o mesmo sobre os rumos que seriam dados em sua opção política.

Adailton é da raiz do Partido dos Trabalhadores – deixou a sigla devido as imposições de Martiniano Costa, que parece fingir democracia, mas usa os comandados para barrar aqueles que não compactuam com suas ideias – e diz que manterá palavra, haja vista sua boa relação com o professor Jerônimo Rodrigues, agora ex-secretário de Educação do estado.

Ainda inocente no processo, por telefone, Adailton disse achar que a ex-prefeita Jucélia Nascimento, por quem ele desvelou-se na última eleição – como seu candidato a vice-prefeito, não tomou nenhuma posição ainda e quer aguardar.

Bom, se o engenheiro agrônomo não estiver blefando comigo e for pro lado dos que já foram e deixam terceiros começar a campanha, ele deve estar arrasado com estas possibilidades e sentindo a grande dificuldade do processo, além de saber da dificuldade que terá para colocar na urna, votos para sua candidata a deputada estadual, além de certamente se for manter-se na base petista, ser apertado “lá por cima” pra mudar sua opção federal.

A faca deste procedimento, nem é uma faca de dois gumes, é uma faca em forma de estrela com 16 gumes passando no pescoço daqueles que fizeram planos e podem ter seus projetos frustrados sem piedade, pelos que voltaram para onde, no fundo, jamais saíram.

Ultimas notícias