Dançarino é atingido por telão durante show e pode ficar tetraplégico

Compartilhar

Segundo a imprensa local, um médico disse que após o acidente ele não conseguia mexer os braços e as pernas

O dançarino Mo Lee Kai-yin, 27 anos, atingido diretamente pela queda de um telão suspenso durante um show do grupo musical Mirror, em Hong Kong, pode ficar tetraplégico, segundo a imprensa local.

Um médico ouvido pelo jornal South China Morning Post nesta sexta (29) disse que ele teve a terceira e quarta seção da coluna vertebral deslocadas, o que pode deixá-lo paralítico do pescoço para baixo.

Um segundo dançarino atingido pelo telão, Chang Tsz-fung, 29, foi levado para o hospital, mas sem gravidade. Uma terceira pessoa sofreu ferimentos leves e foi atendida no local.

Nenhum dos 12 integrantes do grupo Mirror se machucou no acidente.

Vídeos do show mostram o momento em que a enorme tela suspensa acima do palco cai sobre os dançarinos.

Telão caiu sobre dançarinos do grupo Mirror durante show em Hong Kong — Foto: Reprodução/South China Post

O chefe do executivo de Hong Kong, John Lee, disse em nota que as autoridades “investigarão de forma abrangente o incidente” e revisarão os requisitos de segurança para performances futuras.

Ele também disse que o governo ajudaria os familiares de um dos dançarinos feridos, que estão no Canadá, a viajar para Hong Kong para vê-lo.

A organização do evento, MakerVille, disse em um comunicado que estava profundamente triste com os ferimentos de dois artistas e que trabalharia com as autoridades na investigação.

“Se encontrarmos algo suspeito, ou se alguma pessoa ou unidade estiver envolvida em má conduta, denunciaremos imediatamente à polícia”, dizia o comunicado.

As autoridades também revelaram suas descobertas iniciais depois de inspecionar o local do show – o Coliseu de Hong Kong.

“Vamos fazer uma pesquisa para descobrir se o cabo de aço quebrou devido a um problema operacional ou material”, disse o secretário de Cultura, Esportes e Turismo, Kevin Yeung, acrescentando que o incidente afetará “todas as performances futuras”.

Confira o vídeo:

O show desta quinta (28) foi o quarto de 12 shows agendados pelo Mirror, com dezenas de milhares de ingressos vendidos. A banda disparou em popularidade em Hong Kong e está sendo creditada pelo renascimento do Cantopop.

Fonte: G1

Ultimas notícias