Cairu: Hildécio Meireles suspende concessão de terminais da empresa Dattóli

Compartilhar
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram

“O cúmulo do absurdo!”. Assim definiu o prefeito Hildécio Meireles (DEM), os atos da Dattóli Transportes que atua nos terminais de Morro de São Paulo e Gamboa, distritos cairuenses que nos últimos dias se tornaram cenários de filmagens, fotografias e outras denúncias, quando moradores das localidades tentavam embarcar e eram obrigados – segundo denúncias – a pagar por cada embarque e retorno para seus lares.

Desde o mês de janeiro que moradores da Gamboa pediam posicionamento à prefeitura da cidade. Em seguida foi editada e votada uma lei que proibia a cobrança de cadastrados como residentes no município, contudo com o não cumprimento do decreto municipal, ocorreu hoje a suspensão da concessão dos terminais.

O decreto, já postado no Diário Oficial desde as 11hs da manhã, desta terça (05), esclarece que a empresa ficará afastada por 180 dias das atividades de comando e cobrança da tarifa do terminal, podendo retornar em prazo anterior ou até mesmo ter o contrato extinto. Meireles ainda inseriu no decreto que sejam buscadas todas as irregularidades contratuais para demais providências.

Dattóli se pronuncia

A empresa enviou nota informando que o município teria violado a legislação federal. A empresa negou ter barrado crianças, esclareceu que a cobrança se tratava de Tarifa de Atracação por Embarcação – TAPE.

“A Empresa Transporte Dattoli Ltda, concessionária do uso dos espaços e estruturas dos Terminais, informa a quem possa interessar que não será admitida a atracação ou desatracação de embarcações que prestam serviços particulares sem o pagamento da Tarifa de Atracação, que não se confunde com a Tarifa de Utilização dos Terminais”, citou a nota.

Moradores denunciam

Um vídeo, apresentado à imprensa, mostra a situação considerada limite para a atuação de Hildécio Meireles. “Foi necessário que alguém desafiasse para as crianças embarcassem”, disse a mãe de uma das impedidas de embarque. Confira o vídeo:


Ultimas notícias