Search
Close this search box.

Cairu: Hildécio Meireles suspende concessão de terminais da empresa Dattóli

Compartilhar

“O cúmulo do absurdo!”. Assim definiu o prefeito Hildécio Meireles (DEM), os atos da Dattóli Transportes que atua nos terminais de Morro de São Paulo e Gamboa, distritos cairuenses que nos últimos dias se tornaram cenários de filmagens, fotografias e outras denúncias, quando moradores das localidades tentavam embarcar e eram obrigados – segundo denúncias – a pagar por cada embarque e retorno para seus lares.

Desde o mês de janeiro que moradores da Gamboa pediam posicionamento à prefeitura da cidade. Em seguida foi editada e votada uma lei que proibia a cobrança de cadastrados como residentes no município, contudo com o não cumprimento do decreto municipal, ocorreu hoje a suspensão da concessão dos terminais.

O decreto, já postado no Diário Oficial desde as 11hs da manhã, desta terça (05), esclarece que a empresa ficará afastada por 180 dias das atividades de comando e cobrança da tarifa do terminal, podendo retornar em prazo anterior ou até mesmo ter o contrato extinto. Meireles ainda inseriu no decreto que sejam buscadas todas as irregularidades contratuais para demais providências.

Dattóli se pronuncia

A empresa enviou nota informando que o município teria violado a legislação federal. A empresa negou ter barrado crianças, esclareceu que a cobrança se tratava de Tarifa de Atracação por Embarcação – TAPE.

“A Empresa Transporte Dattoli Ltda, concessionária do uso dos espaços e estruturas dos Terminais, informa a quem possa interessar que não será admitida a atracação ou desatracação de embarcações que prestam serviços particulares sem o pagamento da Tarifa de Atracação, que não se confunde com a Tarifa de Utilização dos Terminais”, citou a nota.

Moradores denunciam

Um vídeo, apresentado à imprensa, mostra a situação considerada limite para a atuação de Hildécio Meireles. “Foi necessário que alguém desafiasse para as crianças embarcassem”, disse a mãe de uma das impedidas de embarque. Confira o vídeo:


Ultimas notícias