Search
Close this search box.

Atletas baianos doam sangue para garantir estoque positivo e salvar vidas no Carnaval

Compartilhar

Nesta quarta-feira (31), membros do meio esportivo baiano – incluindo atletas, técnicos, professores e gestores – uniram-se na ação “Esporte solidário: doando vida no Carnaval”. A iniciativa, uma parceria entre a Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb) e a Fundação de Hematologia e Hemoterapia do Estado da Bahia (Hemoba), teve seu Dia D no estacionamento do Estádio de Pituaçu.

Em meio à atmosfera festiva que antecede o Carnaval, a corrente solidária busca sensibilizar atletas e a comunidade esportiva para a importância da doação de sangue. Isso porque o momento é crítico, com baixos estoques, principalmente dos grupos sanguíneos O positivo, O negativo, B negativo e A negativo.

Para o atleta de MMA, Jailton Malhadinho, a verdadeira grandeza está em estender a mão para ajudar o próximo: “no tatame, aprendemos valores como respeito e compaixão, e a doação de sangue é uma extensão desses princípios. Cada doação é um golpe contra a escassez, uma demonstração de solidariedade que transcende as fronteiras do esporte”.

No Hemóvel, estrategicamente posicionado na entrada Oeste 3 do estádio, atletas e candidatos, com idades entre 17 (acompanhados de responsável) e 60 anos, podem doar sangue até às 17h desta quarta. O ônibus é projetado para atender até quatro pessoas simultaneamente, oferecendo conforto e segurança aos doadores.

Vicente Neto, diretor-geral da Sudesb, destaca que a parceria com a Hemoba surgiu ao entender o esporte não apenas como prática física, mas como força mobilizadora para causas sociais: “os atletas têm uma influência única, e vimos a oportunidade de direcionar essa força para a nobre causa da doação de sangue. É uma ação importante, não só para suprir os estoques críticos de sangue, mas, também, para inspirar a comunidade a se engajar nesse gesto altruístico, ressaltando que o esporte vai além das competições, sendo uma ferramenta poderosa para promover o bem-estar social e a solidariedade”.

A campanha, inicialmente direcionada à área do esporte, amplia seu impacto ao alcançar o público em geral, com o objetivo de garantir o abastecimento adequado do banco de sangue da Hemoba durante o período carnavalesco. O movimento, que segue até o dia 2 de fevereiro, envolve a capital e mais 21 cidades do interior do estado.

Nessas localidades, a Hemoba estabeleceu parcerias estratégicas com unidades hospitalares físicas. As cidades contempladas são Alagoinhas, Barreiras, Brumado, Camaçari, Eunápolis, Feira de Santana, Guanambi, Irecê, Itaberaba, Itapetinga, Jacobina, Jequié, Juazeiro, Paulo Afonso, Ribeira do Pombal, Santo Antônio de Jesus, Seabra, Senhor do Bonfim, Valença e Vitória da Conquista. Cada uma dessas localidades dispõe de um horário específico de funcionamento, detalhado e disponibilizado no link www.hemoba.ba.gov.br/pagina/view/21.

A participação dos atletas e demais membros do meio esportivo nessa iniciativa é crucial para suprir as demandas do banco de sangue durante o Carnaval, uma época em que a necessidade de transfusões se intensifica nas cidades onde a festa é realizada. Ao comparecer aos postos de coleta, os candidatos são orientados a informar que estão doando, voluntariamente, para a campanha, utilizando o código 0270 – Esporte Solidário.

FONTE: GOVBA

Ultimas notícias