Acadêmica é acusada de abusar de professora em sala de aula para ‘cumprir desafios’

Compartilhar

A estudante teria tocado nas partes íntimas

Uma estudante do curso de medicina veterinária de uma instituição de ensino particular de Maringá, no Paraná, está sendo acusada de ter abusado de uma de suas professoras. A situação ocorreu na manhã da última quinta (28). A aluna, que é natural de Campo Mourão, teria tocado nas partes íntimas da professora para ‘cumprir um desafio’ proposto entre os colegas.

De acordo com informações e relatos dos próprios alunos, a professora precisou ser atendida na enfermaria e foi socorrida aos prantos.

A estudante se diz arrependida em mensagens de texto que circulam nas redes sociais. “Arrependimento do meu comportamento agora não irá mudar nada do que aconteceu, mas sei que fiz algo que irá implicar na vida de outra pessoa e me sinto um lixo por isso”, escreveu.

Em seguida, outra estudante responde, reforçando que é necessária devida punição para o caso.

“Para isso existe lei e processo, ajudam a reparar de alguma forma danos. Porque você acabou com ela, isso não tenho dúvidas. Tô super chateada com o que fizeram. Só você está se desculpando, mas não estava sozinha”, respondeu.

Com a repercussão do caso, a instituição de ensino onde ocorreu o caso se posicionou à imprensa. Em nota, a instituição afirma que prestou “imediatamente todo o apoio à professora e determinou a imediata abertura de sindicância interna para apuração dos fatos e aplicação das medidas disciplinares, sem prejuízo da eventual responsabilização criminal”.

“É inadmissível qualquer forma de agressão, principalmente no ambiente acadêmico, onde se preza pela argumentação, tolerância e respeito”, complementou.

Ultimas notícias