Recente NotíciasSaúde

Fui vítima de falso dentista. E agora?

Foi preso em flagrante na manhã da terça (14), em Valença, cidade do Baixo Sul, homem que atuava falsamente como dentista.  Eduardo Calazans Arruda Pereira atuava na Clínica Odonto Valença, localizada no centro da cidade.

Após denúncias, fiscais do Conselho Regional de Odontologia da Bahia (CRO-BA) e a Polícia Civil se dirigiram ao local para averiguar a situação e confirmaram as denúncias. O homem foi encaminhado para a delegacia de Valença e se for condenado, deverá fiar preso 6 meses a 2 anos de prisão.

O homem não era formado na profissão e por consequência, não tinha registro no CRO- BA. Segundo a LEI No 5.081, DE 24 DE AGOSTO DE 1966, que Regula o Exercício da Odontologia é obrigatório que os profissionais sejam formados em escola ou faculdade oficial de odontologia e tenha registro no Conselho Regional de Odontologia da Bahia (CRO-BA).

Segundo o Conselho Regional de Odontologia da Bahia (CRO-BA), quem tiver sido vítima do falso dentista e vir a se sentir prejudicado, deve procurar a Delegacia de Polícia e fazer uma denúncia, o PROCON, órgão responsável pela defesa do consumidor, e por fim, realizar a abertura de um processo para ressarcimento de seus gastos pelo infrator.

Da redação.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo