EconomiaNotíciasRecente Notícias

Com reajuste da bandeira vermelha, conta de luz ficará 15% mais cara

A conta de luz vai ficar ainda mais cara em setembro, com a adoção da bandeira vermelha nível 2 – a mais cara na conta de luz -, o repasse integral do custo de energia deverá elevar a conta em 15%. A estimativa foi feita por representantes de distribuidoras, associações de consumidores e analista de mercado.

Com a crise hídrica, as hidrelétricas perderam o espaço e o governo precisou acionar as térmicas, fonte mais cara, com o custo todo repassado para o consumir, o que irá elevar a conta de luz.

De acordo com informações da Folha de S.Paulo, o impacto é causado pela bandeira tarifária, que acarreta um aumento de até 15,2% no MWh (mega-watt-hora).

A tarifa média hoje sem impostos nem bandeira é de R$ 532 por MWh. Com a bandeira vermelha 2 a R$ 94,92, o valor passa para R$ 627. Com a bandeira a R$ 190, a tarifa final saltará para R$ 722. A projeção foi feita pelo diretor de regulação da TR Soluções, Hélder Sousa.

A bandeira é um sistema que reflete o aumento de custo variável da energia sempre que há fenômenos adversos. O repasse integral dos custos para o sistema de bandeiras é defendido pela Aneel desde o final de junho.

Fonte: A Tarde

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo