Notícias

Polícia prende suspeita de envenenar família na Federação

Foto: Reprodução.

Uma suspeita de envenenar quatro pessoas da mesma família, em julho deste ano, na Federação, foi presa nesta segunda-feira, 23. A mulher, que teria deixado os alimentos na porta das vítimas, afirma ter tido um desentendimento com o vizinho. Os agentes da 1ª Delegacia de Homicídios (DH/Atlântico) capturaram a suspeita na residência em que morava, localizada na Rua Ferreira Santos, ao lado do local do crime. Duas pessoas morreram e as outras duas seguem internadas na UTI do Hospital das Clínicas.

“Tomamos conhecimento após um dos irmãos das vítimas informar que no dia 31 de julho, uma sacola contendo três latas sardinhas, um saco de farinha e dois pacotes de macarrão instantâneo foram postos na frente da residência dos irmãos, pela autora do fato, eles acharam que era uma doação, pois vivem em situação de vulnerabilidade. Após o preparo do alimento, a primeira vítima faleceu no mesmo dia da ingestão”, disse a titular da 1ª DH\Atlântico, delegada Zaira Pimentel.

De acordo com Pimentel, durante o depoimento, a mulher, que não teve a identidade revelada, confessou o delito e narrou à premeditação do crime. Informou que, após uma briga, comprou o veneno em um camelô na Av. Sete de Setembro e colocou sobre os alimentos, mas que não tinha intenção de matar outras pessoas.

Segundo as informações da polícia, o laudo pericial confirmou que os venenos utilizados continham as substâncias, arsênico e malationa. A mulher está à disposição da Justiça na sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Fonte: A Tarde.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo