Política

Roberto Jefferson é investigado pelo TSE por suposto uso do fundão para divulgar fake news

Desde o início do ano até o momento, o PTB já recebeu aproximadamente R$ 11,7 milhões de recursos do fundo partidário

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que a Procuradoria Geral Eleitoral, do Tribunal Superior Eleitoral (STF), investigue o suposto uso do fundo partidário do PTB para a disseminação de fake news. Moraes decretou a prisão do presidente da legenda, o ex-deputado Roberto Jefferson, nesta sexta-feira (13).

“Determinei a expedição de ofícios ao TSE, ao Corregedor-Geral da Justiça Eleitoral, ministro Luís Felipe Salomão, e à Procuradoria-Geral Eleitoral, para as providências cabíveis, em virtude da possível utilização da condição de presidente de Partido Político – com a consequente utilização de recursos do fundo partidário – para incorrer nas condutas ora em análise”, declarou o ministro no despacho.

Desde o início do ano até o momento, o PTB já recebeu aproximadamente R$ 11,7 milhões de recursos do fundo partidário. Em 2020, o partido recebeu R$ 18,8 milhões.

Fonte: Bahia. Ba

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo