Notícias

“Eu só preciso que provem o que estão informando”, diz empresário de Morro de São Paulo acusado de desmatamento

O empresário José Cunha – o Zeca Ribeiro, foi acusado de promover desmatamento na área de proteção ambiental do distrito de Morro de São Paulo, em Cairu – Baixo Sul baiano, e apresentou defesa perante as acusações, que segundo ele, são levianas.

“Me encontro recluso, pois estou contaminado pela Covid, sem chances de ir a público me defender e sendo acusado de forma covarde e mentirosa”, relatou Zeca.

Segundo ele, a construção da residência é legal. “Possuo um terreno de 610m², estou utilizando apenas 124m² para construção de minha casa. Mantive gramado, plantação e paisagismo como antigamente. Esta área não é pertencente ao Farol (do Morro)”, explica Zeca.

Imagem da área intacta, que segundo Zeca apenas recebe poda de
grama em razão do acúmulo de animais nocivos.

Com relação a imagem postada em um site de notícias, Zeca alega que a área acima não esta desmatada, afirma que desde sua infância é um espaço de rochas onde existe o escoamento de água da chuva.

Zeca ainda aprssentou uma imagem antiga, postada em uma rede social, qual esta nítido o “buraco” existente na mata, qual ele atualmente é acusado.

No lado esquerdo da tela é possível visualizar o espaçamento entre as árvores, onde ficam situados os rochedos qual é passagem de água da chuva. Foto: Print Zeca Ribeiro.

Segundo Zeca, a acusação o causou danos de imagem e avalia com seu procurador jurídico a petição de uma ação para pleitear danos morais, haja vista esta completamente dentro dos limites da razão.

Wellingthon Anunpciação

Jornalista Especialista em Comunicação Política

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo