Covid-19Saúde

Consórcio Nordeste assina termo com Anvisa para a importação da Sputnik V

Serão cera de 1 milhão de doses da vacina russa

O Presidente do Consórcio do Nordeste, o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), informou que já foi assinado o termo de compromisso com a Anvisa que libera a importação de cerca de 1 milhão de doses da vacina russa Sputnik V. O termo exige que os governadores monitorem a população imunizada.

Fonte: Reprodução

Quando aprovou a importação controlada, no dia 4 de junho, a autorização da Anvisa foi dada com a restrição de que a importação seria excepcional e temporária correspondente a doses para vacinação de 1% da população de cada um dos estados que compraram o imunizante.

Na prática, uma parte do quantitativo de doses da vacina poderá ser importada no primeiro momento para ser utilizada dentro de um estudo de efetividade a ser seguido pelos estados requerentes. Para a autorização, a Anvisa considerou tanto o cenário da pandemia no Brasil, como as lacunas de informação ainda existentes na análise dos dados da Sputnik, além dos novos documentos apresentados pelos requerentes.

Fonte: Bahia. Ba

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo