NotíciasSaúde

Projeto baiano de pediatria Alerta Amarelo, ajuda na identificação de casos de doenças do fígado em crianças

Projeto Alerta Amarelo surge através da inciativa da Liga Álvaro Bahia, que leva este nome em homenagem ao pediatra baiano pioneiro no combate à mortalidade infantil, em parceria com Teles, saúde Bahia, que visa capacitar profissionais de saúde do interior do Estado da Bahia, auxiliando na identificação precoce de doenças do fígado em crianças, é em seguida encaminhá-las para o tratamento cirúrgico em dois meses de vida, evitando a necessidade de um transplante hepático.

Fonte: Reprodução

O serviço oferta a capacitação de profissionais da rede de Atenção Primária à Saúde (APS), que ainda contempla a navegação de pacientes, técnica aplicada que através de acompanhamento de todas as etapas, agiliza o diagnóstico e o início do tratamento. Alerta Amarelo foi desenvolvido a partir da proposta de tele monitoramento das Icterícias Colestática (coloração amarelada da pele e dos olhos), sintoma principal de doença no fígado com manifestação clínica frequente nos recém-nascido, sendo causadora principal de transplante hepático pediátrico no Brasil e no mundo.

Desde o início do projeto, foram realizados contato direto com gestores de secretarias de saúde de 115 municípios, inclusive a cidade de Valença também faz parte do projeto, que tem à frente da iniciativa profissionais de saúde do Martagão Gesteira, que funciona como unidade própria da Liga Álvaro Bahia, e do Hospital Estadual da Criança (HEC), unidade da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) gerida pela entidade.

Nágila Kelly

Nágila é estagiária de Livre e formanda em Comunicação Social.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo