Abuso Sexual

Pai acusado de estuprar e engravidar a filha de 11 anos vai a júri

Fonte: Reprodução

Um homem acusado de estuprar a própria filha, de 11 anos, vai a júri na próxima quinta-feira (17), em Cuiabá. Cleiton da Paixão Guimarães, de 40 anos, foi denunciado pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPE) pela prática dos crimes de estupro de vulnerável aborto sem o consentimento da gestante e ocultação/destruição de cadáver.

Segundo o MPE, o crime de aborto ocorreu na madrugada do dia (17) abril de 2019, na residência da família, consta nos autos que a vítima sofria abusos sexuais desde o ano de 2017.

O caso veio à tona depois que a mãe percebeu mudanças no corpo da filha e percebeu o crescimento da barriga da menina.

O acusado foi preso em flagrante e confirmou que, após estuprar a vítima, realizou testes de gravidez nela e depois comprou remédio para que tomasse, com a intenção de fazê-la abortar.

Segundo apurado pela polícia, após passar um dia inteiro com muitas dores, a vítima expeliu o feto com a ajuda do pai que, na sequência, colocou-o em uma sacola e fugiu do local.

Posteriormente, ele voltou à residência e deparou-se com a Polícia Militar, momento em que confessou os crimes, afirmando inclusive que havia jogado o feto no rio Coxipó.

Cleiton da Paixão Guimarães encontra-se preso preventivamente, aguardando o julgamento do Tribunal do Júri.

Fonte: G1

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo