Notícias

Igreja Universal pede doação do auxílio emergencial dos fiéis durante pandemia

Fonte: Reprodução

Em um vídeo publicado em março no YouTube, por exemplo, o bispo da Universal Renato Cardoso, genro de Edir Macedo, aparece pedindo contribuições para cobrir os custos da igreja, afetada pelo sumiço de fiéis durante restrições impostas pela pandemia da Covid.

Com a pergunta “vocês preferem o auxílio emergencial ou o auxílio providencial?”, o bispo estimula a doação do benefício concedido pelo governo para aqueles que perderam renda. Terceiro na hierarquia, Cardoso comanda a Universal no Brasil.

No vídeo, ele diz que não será possível devolver as ofertas, mas elas se multiplicarão da mesma forma como narrada no episódio bíblico em que Jesus Cristo fez proliferar pães e peixes durante uma peregrinação com milhares de seguidores no deserto.

Cardoso afirma que, mesmo para aqueles que estão sem emprego ou renda, ocorrerá um milagre caso depositem o que têm no cesto.

Logo em seguida, pede aos fiéis que paguem o dízimo algo que, segundo ele, foi prometido na semana anterior e se preparem para fazer as doações a partir daquele culto. Para aqueles que se contaminaram, orações e bênçãos enviadas a distância prometem a cura da moléstia.

O cesto, com uma Bíblia no fundo, foi uma das ideias para manter a frequência nas igrejas e, assim, abrir caminho para o recebimento de doações fora do horário de cerimônias, que, em muitos casos, foram suspensas devido à pandemia.

Apesar das críticas dos pastores, os templos não ficaram desamparados na pandemia. No decreto que instituiu o estado de calamidade pública, Bolsonaro incluiu as igrejas como atividade essencial.

Fonte: Bahia.BA

Nágila Kelly

Nágila é estagiária de Livre e formanda em Comunicação Social.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo