Covid-19Esporte

Próximo a bater 500 mil mortes devido à Covid-19 Brasil sediará Copa América

Fonte: Reprodução

A Conmebol anunciou, na manhã de hoje, que a Copa América será realizada no Brasil. O comunicado surge horas depois de a entidade suspender a Argentina como sede do evento, justamente pela crise sanitária causada pela Covid-19, o torneio que começa no dia 13 de junho e 10 de julho, com a participação de 10 seleções divididas em dois grupos. Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai e Uruguai estão no Grupo A. Brasil, Colômbia, Equador, Peru e Venezuela formam o Grupo B, Além da Argentina, a previsão inicial da Conmebol era fazer o torneio também na Colômbia, que desistiu anteriormente pela crise social que tomou conta do país.

O motivo principal da revolta é que o nosso país tem mais de 462 mil mortes por covid-19 e que ocupa o, 2° lugar no mundo com mais óbitos em decorrência da doença. A entidade ainda agradeceu ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao comunicar a decisão.

Políticos brasileiros se manifestaram sobre a realização da Copa América no Brasil:

“A Argentina, com 77 mil mortos, se negou a sediar a Copa América. O Brasil, com 462 mil mortos, aceitou. É um deboche com o nosso povo.”

Disse Guilherme Boulos

“Não tem público né… Não tendo público não tem problema. É só dividir bem as sedes e acabou”

Disse o vice-presidente Hamilton Mourão em entrevista

Fonte: Agência Brasil

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo