HomofobiaRecente Notícias

Transformista Baiana se apresenta em missa católica em homenagem ao público LGBTQIA+.

Segundo o GGB (Grupo Gay da Bahia) a cada 19 horas em média uma pessoa LGBTQIA+ e assassinada no Brasil. E em função disso no último dia 18, ocorreu uma missa em homenagem à memória da população LGBTQIA+ vítimas da LGBTfobia no Brasil, o Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Cardeal Dom Sergio da Rocha, acolheu o pedido do Centro de Promoção e Defesa dos Direitos LGBT da Bahia (CPDD-LGBT), órgão da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS), e da Instituição Beneficente Conceição Macedo (IBCM).

Em um ato que abrilhantou ainda mais a esta homenagem a transformista baiana “cover” de (Ivete Sangalo), Scarleth Sangalo, fez uma belíssima apresentação, com toda sua desenvoltura e profissionalismo apresentou-se em um ambiente conservador que cada vez mais abre suas portas para a diversidade, ocupando seu lugar de fala dando voz a todos e todas que se sentiram representados.

“Para mim, muito maior que isso é adentrar na esfera que talvez nenhuma outra conseguiu adentrar, talvez pelo conservadorismo e por ainda não ter um avanço Sociopolítico ainda não conquistado que seja uma abertura para muitas outras, escreveu a transformista em sua rede social.

Além disso, desde 13 de junho de 2019 LGBTfobia tornou-se crime pelo STF decisão importante que visa punir crimes praticados contra a comunidade LGBTQIA+, levantando pautas cada vez mais importante permitido o diálogo e questionamentos acerca da intolerância contra os LGBT’S tornando cada vez, mas comum a visibilidade através da mídia.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo