NotíciasRecente Notícias

Cachoeira: Prefeita será escoltada por policiais após receber ameaças de morte

Foto: Reprodução.

Após ter recebido ameaças de morte, Eliana Gonzaga de Jesus, prefeita de Cachoeira, cidade do recôncavo da Bahia, vai receber escolta policial. O anúncio foi feito na manhã desta quinta-feira (22), após uma reunião entre a prefeita e o secretário da de Segurança Pública da Bahia (ssp), Ricardo Mandarino.

A reunião aconteceu na sede do no Centro de Operações e Inteligência (COI), em Salvador. Além da escolta, foram definidas outras medidas preventivas, pelo comandante-geral da Polícia Militar, coronel Paulo Coutinho, e a delegada-geral, Heloísa Brito. Não foram dados detalhes dessas ações.

Ameaças

Primeira mulher a ser eleita prefeita de Cachoeira, nas eleições de 2020, Eliana Gonzaga de Jesus relatou que as ameaças começaram ainda no período da campanha.

A gestora municipal disse também que dois militantes, que eram bem ativos durante a campanha, foram mortos entre o final de 2020 e março deste ano. Um deles chamava-se Ivan Passos.

A prefeita afirmou que após a morte do militante, as pessoas da cidade comentavam que existia uma lista com o nome de várias pessoas ligadas a campanha dela que seriam os próximos alvos dos criminosos e que ela não assumiria o cargo.

A prefeita relatou que o nome dela, do marido e do filho também estão na lista de ameaçados. A prefeita, que já foi vereadora do município duas vezes, afirma que não sabe o motivo das ameaças. Ela conta que não tem inimigos e que nunca tinha sido ameaçada antes da campanha.

Um homem morreu e outro foi preso durante uma operação realizada em Cachoeira, no dia 19 de março deste ano, pelo Departamento de Polícia do Interior (Depin). A SSP-Ba informou que eles são suspeitos de envolvimento nas ameaças feitas à prefeita.

Ainda de acordo com a SSP-BA, o homem que morreu é suspeito de homicídio em Cachoeira e possuía mandado de prisão em aberto. Ele morreu após troca de tiros com os policiais. Com ele, foram apreendidos um revólver e munições.

Já o outro homem foi preso em flagrante em um imóvel no município, também com revólver e munições, além de porções de crack e cocaína. As identidades de ambos suspeitos não foram divulgadas.

Fonte: G1

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo