Notícias

Salvador: Sindicato acena para possibilidade de greve dos professores após decreto autorizar retorno das aulas presenciais

Apesar do avanço na vacinação que permitiu a inclusão de professores da educação infantil entre 55 e 59 anos em Salvador, o presidente da Associação dos Professores Licenciados do Brasil (APLB) , Rui Oliveira, afirmou que há a possibilidade de greve caso as aulas presenciais retornem sem a imunização de toda a faixa etária de educadores.

O presidente da APLB disse que vai se reunir nesta quarta-feira (21) com o secretário municipal de educação, Marcelo Oliveira, para colocar em pauta as reivindicações do sindicato.

Em entrevista ao Balanço Geral, da Record TV Itapoan, Rui garantiu que não há a possibilidade de retorno das aulas sem que toda a categoria esteja vacinada.

Nesta terça-feira (20), o prefeito Bruno Reis (DEM) afirmou durante coletiva virtual que amanhã começa a imunização dos profissionais da educação infantil, de crianças entre 0 e 5 anos, entre 55 e 59 anos, e também de portadores de Síndrome de Down.

O recente decreto do Governo da Bahia autoriza a retomada das aulas presenciais em todo o estado, desde que atenda ao critério de taxa de ocupação de leitos em 75%, durante cinco dias consecutivos.

Em Salvador, Bruno destacou que há uma margem de 5% para mais ou para menos, para permitir a volta das aulas. No fim de semana, a taxa chegou a 75%, mas nos últimos dois dias tem ficado em 77%. Fonte: BNews

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo