Notícias

Valença: Vereador tenta escapar de votação por duas vezes e é proibido pelo presidente da Câmara

Cássio tentou escapar da sessão e foi proibido pelo presidente.
Foto: Print transmissão CMV

Clima tenso na Câmara Municipal de Valença, no Baixo Sul, nesta terça (13), em razão da votação das contas do ex-prefeito Ricardo Moura (PSD), e um ato inusitado deixa os expectadores atônitos: O vereador Cássio Pereira – o Cássio da Pesca (PSB), declara que irá se abster de votar.

Declaração feita e um contraposto de peso ofertado pelo presidente da Câmara, Fabrício Lemos (PP), que proibiu via Regimento Interno da CMV, que o vereador se abstivesse da votação. “Devido ao Regimento Interno desta casa o vereador presente no plenário precisa votar”, finalizou.

Intervalo dado para fala do vereador Clóvis Júnior (PSD), que declarou votar contra o parecer do Tribunal de Contas dos Municípios e estar em favor de Moura nos seus atos administrativos, para o presidente também proibir, via regimento, que o vereador Cássio se ausentasse do plenário.

A abstenção em um momento como tal, é vista por alguns cidadãos como um ato de desprezo e irresponsabilidade para com as situações de pressão que os edis devem manifestar opinião para organizar as demandas do município, ainda que isso desagrade a opinião pública.

Wellingthon Anunpciação

Jornalista Especialista em Comunicação Política

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo