Notícias

Vereadores de Maraú aprovam projetos que tornam academias e igrejas serviços essenciais

Cabe agora ao Prefeito Manassés sancionar ou vetar os projetos considerados polêmicos

A Câmara dos Vereadores de Maraú, no Sul do Estado, aprovou por unanimidade, em sessão realizada na manhã desta quarta-feira (7), dois projetos de lei polêmicos e que tem causado grande discussão em todo o país. Os parlamentares aprovaram academias de ginástica e igrejas como serviços essenciais em Maraú durante a pandemia do Coronavírus.

A proposta, acerca das academias, é de autoria do Vereador Gilran, que em seu discurso de defesa do projeto, justificou a importância dos exercícios físicos para a manutenção da saúde, inclusive, para o auxílio no tratamento de algumas doenças.

Segundo o vereador Liliano, autor do projeto relacionado às igrejas, o objetivo é que as denominações religiosas possam contribuir e amenizar com o sofrimento das famílias, além de ajudar o poder público no enfretamento da pandemia.

Cabe agora, ao prefeito Manassés Souza, sancionar ou vetar esses projetos. Em caso de aprovação, passam a ser lei, assegurando às empresas, aos profissionais de educação física e os templos religiosos, o direito ao atendimento do seu público mesmo neste período de pandemia de Coronavírus, desde que obedeçam às regras por decreto da administração municipal, estabelecendo protocolos e restrições. Fonte: Portal Baixo Sul.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo