Pimenta com veneno

Raimundo Costa deu um nó de pescador

No ano de 2019, início da pandemia no país brasileiro, a polêmica que tomou conta das redes sociais era o porquê do município de Valença não ter seu Hospital de Campanha. Na época, diversas matérias tomaram conta da mídia informando que o deputado federal Raimundo Costa (PL), teria inserido emenda no Fundo Estadual de Saúde exclusivamente para construção deste equipamento para o Baixo Sul baiano.

Entre as principais matérias estão:

Anúncio do PL de que Raimundo destinou a emenda para a construção;

Matéria no jornal Valença Agora acerca da emenda para a construção.

As expectativas eram várias, as pessoas imaginavam que o Estádio Antônio Sereia seria o local adequado, outras imaginavam que haveria uma construção mesmo, porém no meio do caminho, a ex-secretária de Saúde, Margarete Carvalho, foi acusada de não dar atenção a emenda, de não fazer plano de enfrentamento, e principalmente de apresentar um projeto fora dos conformes. Me recordo que, inclusive eu, cheguei a condenar a enfermeira pela possível negligência.

Contudo, após receber um trecho da entrevista do deputado Raimundo, em um programa nesta última quarta, minha cabeça deu um nó após o parlamentar informar que colocou a verba na Prefeitura de Valença – entendi então, que veio para os cofres do município – e em seguida pela falta de ação da gestão da época, ter ido cobrar ao secretario estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas que colocasse a verba na Santa Casa.


Raimundo declarou que enviou a verba para a prefeitura, porém o envio foi para o Fundo Estadual.

O que me fez mais uma vez buscar informes oficiais e descobrir que a emenda enviada pelo deputado originalmente para o Fundo Estadual de Saúde, não obrigava o Estado a repassar a verba obrigatoriamente para o município, é como se Costa tivesse sido mais um colaborador do caixa do Fundo que é administrado exclusivamente pela Sesab.

Um nó cego que custou a Ricardo mais rejeição do que o mesmo já acumulava.

E aproveitando que “o prometido é devido” vamos averiguar profundamente a promessa e assinatura de termos que circundam o Mercado do Peixe.

Wellingthon Anunpciação

Jornalista Especialista em Comunicação Política

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo