EntretenimentoNotícias

Sem dinheiro para comprar gás de cozinha, famílias utilizam álcool e lenha para cozinhar

Foto: Reprodução

Ao todo são 15 reajustes desde abril de 2020 até março de 2021. Só no início deste ano o gás de cozinha já sofreu dois aumentos.

É uma reação em cadeia. O preço aumentou das refinarias para as distribuidoras e elas repassam para as revendedoras. Agora o reajuste já está chegando aos clientes, causando peso na economia dos brasileiros.

Em entrevista para o BATV, a cuidadora de idosos, Cristiane Ribeiro, reclamou do preço alto do gás e disse que a única alternativa tem sido cozinhar à lenha.

“A gente está cozinhando assim, na lenha, tem que improvisar, se não as crianças não comem. Eu tenho quatro filhos”, relatou.

De acordo com o Sindicato dos Revendedores de Gás da Bahia, o gás de cozinha está custando em média R$ 85 a R$ 90.

Da Redação

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo