Notícias

Ex-governador da Bahia e ex-reitor da Ufba, Roberto Santos é sepultado em Salvador

Cerimônia ocorreu no Cemitério Jardim da Saudade, no bairro de Brotas. Roberto Santos faleceu na terça-feira (9), aos 94 anos.

O corpo do médico, professor e ex-governador da Bahia e ex-reitor da Universidade Federal da Bahia (Ufba), Roberto Santos, foi enterrado na manhã desta quarta-feira (10) no Cemitério Jardim da Saudade, em Salvador. A cerimônia ocorreu por volta das 11h30 e foi reservada a amigos e familiares.

Roberto Santos faleceu na terça-feira (9), aos 94 anos, depois de ficar internado cerca de 15 dias em um hospital de Salvador, para tratar de problemas renais.

O governo da Bahia e a Ufba decretaram luto de três dias. Na terça-feira, o reitor da universidade, João Carlos Salles, publicou uma nota nas redes sociais lamentando a perda do ex-governador.

“Informo aos membros da comunidade UFBA que Dr. Roberto Santos, nosso ex-reitor e nosso grande amigo, acaba de falecer. A UFBA, mais uma vez, está de luto. Expresso aqui nossos sentimentos mais profundos”, disse Salles.

O governador Rui Costa, o prefeito Bruno Reis, outras autoridades, cientistas, intelectuais e figuras públicas também lamentaram o falecimento do médico.

O professor e atual vice-reitor da Ufba, Paulo Miguez, também lamentou a morte de Roberto Santos e destacou uma ação dele quando ainda era governador da Bahia. À época, durante a década de 70, o então chefe do Executivo revogou uma lei que classificava os terreiros de candomblé como ilegais.

“Foi o professor Roberto Santos quem revogou uma legislação racista e intolerante que obrigava os terreiros de candomblé a serem registrados na delegacia de jogos e costumes da Secretaria da Segurança Pública. Hoje, certamente, em despedida para o doutor Roberto Santos, os tambores dos terreiros das casas de santo dessa cidade tocarão mais alto”, disse.

Fonte: G1

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo