Notícias

Em meio a falta de oxigênio, Amazonas precisa transferir 60 bebês prematuros

Foto: Ravena Rosa / Agência Brasil

Em meio à situação desesperadora de falta de oxigênio nos hospitais durante um pico de casos da Covid-19, o Amazonas comunicou outros estados sobre a necessidade de transferir pelo menos 60 bebês prematuros. De acordo com informações da CNN Brasil, eles estão internados e correm risco de ficarem sem oxigênio.

Nesta sexta-feira (15), o estado pediu que governadores de outros locais verificassem se há leitos de internação neonatal disponíveis. O secretário de Saúde do Maranhão e presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Carlos Lula, informou que o Maranhão conseguirá receber de cinco a dez bebês.

Porém, ainda é preciso definir a logística de transporte. Outros estados ainda não divulgaram quantos leitos estão disponíveis.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo