Notícias

Mercado de trabalho: contratação de homens tem sido prioridade na retomada de empregos

O mercado de trabalho formal mostrou reação no segundo semestre de 2020 em meio à pandemia da Covid-19. Entretanto, as contratações de homens para vagas com carteira assinada sobem mais do que para mulheres.

As trabalhadoras, que já eram minoria entre os empregados formais, perderam ainda mais espaço desde março, quando teve início a crise provocada pelo coronavírus. Foram criadas 107,5 mil vagas com carteira assinada para trabalhadores do sexo masculino, no período de março a novembro. Para as mulheres, no mesmo período, foram fechados 220,4 mil postos de trabalho formais.

Ou seja, há menos profissionais do sexo feminino com carteira assinada. Com isso, o Brasil registra um saldo negativo de 112,9 mil empregos na pandemia, puxado pelas demissões de mulheres.

Via A Tarde

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo