Opinando

Quebrou hegemonia, potencializou a feminilidade e quer auditar em favor do povo: Cíntia Rosemberg

Fisioterapeuta promete ser principal auditora da comunidade

Cairu, no Baixo Sul da Bahia, viveu um dos momentos mais emocionantes de sua história durante o primeiro dia do ano no evento de posse dos eleitos para o comando do executivo do município arquipélago.

Cíntia Rosemberg, ao lado de Hildécio Meireles, é a primeira mulher a compor o comando do executivo municipal. A carreira da atual vice-prefeita na comunidade começou com seu profissionalismo atuante nas ilhas através do atendimento fisioterapêutico nas residências dos cairuenses, em seguida atuando como secretária de Saúde, foi eleita como a chefe de pasta mais competente, devido a sua efetiva cobrança para que as ações ocorressem com celeridade.

Cíntia em discurso de posse.
Foto: Wellingthon Anunpciação / Agência Abrange

A quebra da hegemonia masculina faz da formanda em medicina uma guia de superação e força para as mulheres de Cairu, que no passado recente apenas serviam para dar votos e distribuírem panfletos eleitorais. Pouquíssimas foram as mulheres que conseguiram passar de uma secretaria em um governo, e já tem até jovens do município se ousando a antecipar suas campanhas para saírem candidatas a vereadoras, se inspirando na nova máter dos filhos, órfãos e agregados da “Casa do Sol”.

Há anos Cíntia usa o mesmo número de telefone, responde a todos nas redes sociais, dados da assessoria de reputação afirmam que diariamente são mais de 300 mensagens no inbox e que tem resposta e atenção para cada um. Ela chega a dizer que “cada pessoa tem uma necessidade e a obrigação é ouvir”, ainda deu bronca em quem se permite estar cansado, para ela primeiro o povo, depois o povo e assim sucessivamente.

Formar a chapa com o ex-deputado, foi um pedido do coletivo que solicitou cravar o nome da mesma na história do município como a primeira mulher a participar do comando efetivo, fato que fez com que ela, mesmo sendo casada com Hildécio, comprovasse a comunidade que seria independente nas ações de defesa dos que precisam de voz.

A missão da Dama de Ferro não é fácil, pois será cobrada, atacada e certamente exposta, mas ela já parece dominar a dinâmica da força espelho, mantendo equilíbrio, serenidade e mostrando os pontos positivos de ações, que para alguns pode até parecer negatividade.

Agora é só fazer o que o povo espera: Trabalhar sem parar!

Wellingthon Anunpciação

Jornalista Especialista em Comunicação Política

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo