Notícias

Comércio baiano calcula perdas de R$ 619 milhões com feriados em 2021

O comércio varejista baiano deve perder R$ 620 milhões em faturamento em razão dos 11 feriados nacionais e estaduais em 2021. A conta, feita pela Federação do Comércio (Fecomércio-BA), considera ainda a previsão de quatro pontes – dia útil “enforcado” entre um feriado e o final de semana.

“A perda de faturamento se dá principalmente pela redução da compra por impulso. Em dias normais, as pessoas passam no caminho do trabalho por supermercados, farmácias, entre outras lojas e que eventualmente até entram antes ou depois do expediente, ou durante o horário de almoço”, explicou Guilherme Dietze, consultor econômico da entidade.

O grupo que deve ter a maior perda absoluta é o de venda de combustíveis para veículos, artigos esportivos e lojas de chocolates, inseridos no ramo Outras atividades. Estes segmentos devem deixar de faturar R$ 210 milhões. Na sequência vem os supermercados (R$ 184 milhões), farmácias e perfumarias (R$ 96 milhões), móveis e decoração (R$ 85 milhões) e vestuário e calçados (R$ 44 milhões).

Com informações do Bahia.Ba

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo