Notícias

OMS afirma que nova cepa do coronavírus não é mais letal que anterior

Entidade disse estar trabalhando em conjunto com os países para entender como a mutação do novo coronavírus afeta a população

A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou nesta segunda-feira (21) que está trabalhando em conjunto com os países para entender como a mutação do novo coronavírus afeta a população. Em entrevista, o diretor-geral da entidade, Tedros Adhanom Ghebreyesus acrescentou que essa modificação do vírus não é considerada mais letal do que a anterior.

A nova mutação do Sars-CoV-2 é considerada 70% mais transmissível do que a anterior, segundo levantamento elaborado por autoridades britânicas e já confirmado pela OMS. Com a mutação, foi observado aumento de até 0,4% na velocidade de transmissão. Cerca de 60% dos casos recentes confirmados no Reino Unido foram gerados pelo vírus modificado.

De acordo com informações do UOL, Ghebreysus também pediu que líderes e população tenham cuidado e não usem a realidade da vacina para afrouxar nas medidas de proteção à transmissão.

“Este ano foi muito difícil para todos nós, mas para os profissionais de saúde foi muito mais difícil. Neste momento do ano em que muita gente está comemorando, o maior presente que líderes e população podem dar aos profissionais é ter cuidado”, afirmou.

Via bahia.ba

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo