Notícias

Menino de 11 anos é vítima de racismo em campeonato de futebol: “Fecha o preto”

Uma criança de 11 anos foi vítima de racismo durante um campeonato de futebol infantil, na cidade de Caldas Novas, Goiás, na última terça-feira, 16.

Luiz Eduardo Bertoldo Santiago, que joga pelo Uberlândia Academy, revelou que suportou toda a situação até o fim da partida, quando não aguentou e caiu nas lágrimas enquanto contava o episódio.

“Ele falava assim: fecha o preto, fecha o preto aí, ó. Aí eu guardei para falar no final, para os pais. Falou um tanto de vezes”, conta a criança, se referindo ao treinador do time adversário, o Set Esportes, durante a partida válida pelo Caldas Cup.

Por meio de nota, o time do menino, lamentou o episódio e informou que a criança não queria falar sobre a situação inicialmente. Ainda segundo a equipe, um Boletim de Ocorrência foi registrado.

A organização do evento também se posicionou em relação ao crime, e alegando que repudia qualquer atitude semelhante e que irá colaborar com a investigação do caso.

“Afirmamos que não pactuamos com qualquer atitude discriminatória que venha a ser cometida na competição, independente de quem venha cometer tal ato. A organização estará sempre presente para que os fatos sejam apurados pelas autoridades competentes para que a diferença de cor seja só na camisa”, diz a nota.

Com informações do Jornal É MASSA

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo