Política

Cairu: Justiça suspende divulgação de pesquisa em favor de Maneca por irregularidades

Segundo juiz eleitoral, irregularidades foram constatadas no certame

Maneca Ché tem dois dias para manifestar-se perante decisão da justiça.
Foto: Redes Sociais

O juiz eleitoral da 31ª Zona, Eduardo Augusto Ferreira Abreu, emitiu liminar para suspensão da circulação da pesquisa do candidato Manoel Palma Ché – o Maneca Ché (Solidariedade.

Segundo o magistrado, em seu parecer, irregularidades, a exemplo da divulgação preceder a data do trabalho de coleta dos dados, inobservância das metodologias estabelecidas no Art. 2º da Resolução TSE 23.600/2019, inabilitação do estatístico responsável pela pesquisa, são as causas que fizeram a justiça entender pela suspensão da publicidade de dados em razão da suspeita de fraude.

“Tudo devidamente examinado, passo a decidir. Efetivamente, há que ser reconhecido que o período de apuração da pesquisa se encontra em desacordo com a sua divulgação. É que, com efeito, muito embora conste do extrato da pesquisa que a tomada de dados correria até o dia 13/11/2020, a divulgação ocorreu nesse mesmo dia”, definiu o juiz, que entende não ser possível ocorrer apuração em apenas um dia.

O juiz ainda exigiu que Maneca, a empresa e o contratante da pesquisa procedam com a remoção de todas as veiculações das redes sociais nas quais mantêm conta, a exemplo do facebook, instagram e assemelhados, sob pena de incidir multa diária da ordem de R$ 5.000,00 (cinco mil reais).

Raylane Santos

Raylane Santos é estagiária de Livre Notícias e analista de perfis de figuras públicas.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo