Notícias

Mais um caso de racismo policial nos EUA: Vice da Versace é revistado na própria loja

Um vídeo publicado no Instagram pelo vice-presidente de tênis e calçados masculinos da Versace, Salehe Bembury, na última sexta-feira (2), chamou a atenção para mais uma cena de racismo policial nos Estados Unidos.

Ao entrar na loja da marca na Califórnia (EUA), Bembury foi abordado e revistado por policiais brancos. “Estou em Beverly Hills sendo revistado por comprar em uma loja da marca para qual trabalho porque sou negro”, disse o homem, no vídeo.

Em resposta o policial afirmou: “Você está criando uma narrativa completamente diferente”. Bembury encerra a conversa. “Vocês verificaram meus documentos. Tudo certo? Então posso ir embora”, completa.

Na legenda do vídeo, o dirigente da Versace escreve: “Em Beverly Hills enquanto negro. Estou bem. Meu espírito, não”.

A vice-presidente do grupo, Donatella Versace, desejou forças para Salehe Bembury, após compartilhar o vídeo publicado por ele. “Estou chocada que isso tenha acontecido com Salehe Bembury hoje. Ele é consultor da Versace há muito tempo e o que ele viveu é totalmente inaceitável. Ele foi parado na rua apenas pela cor de sua pele. Força @salehebembury. Enviando amor e apoio”, escreveu Donatella.

Via Bahia Notícias

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo