Pimenta com veneno

De novo Ioná? Não acredito!

Ioná Queiroz, candidatura cassada, gestão atualmente reprovada pela população camamuense e uma nova tentativa de ter a imagem estampada nas urnas. Este é o principal perfil da ex-gestora que com duas contas reprovadas (2010 e 2012) tenta retornar ao poder executivo de Camamu, 2ª maior cidade do Baixo Sul, e desta vez passando por cima do diretório municipal, recorrendo a esfera estadual do partido para certamente anunciar candidatura e com certeza de imediato ser reprovada em função da vigência da inelegibilidade da reprovação chancelada pela Câmara Municipal.

O povo de Camamu já dá sinais de concordância de que há um ludíbrio por parte da pré-candidata, que não será autorizada a participar do pleito em razão óbvia: rejeição de contas.

Ioná Queiroz. Foto: Redes Sociais

Ioná tentou liminar para suspender julgamento de uma de suas contas, reprovadas por conter diversas irregularidades, segundo o Tribunal de Contas dos Municípios, mas não aprovada pela justiça que autorizou a Câmara Municipal a seguir com o júri de edis.

Vereador em Camamu, Valnei Mendes – o Valney da Ilha fez questionamentos sobre a decisão do Partido dos Trabalhadores, segundo o vereador a situação da economista é tão grave que o diretório estadual precisou envolver-se. “Se Ioná tivesse condições de ser candidata a prefeita necessitaria de aprovação da estadual?”, refletiu.

Bem, senhores, alguma carta existe em uma das mangas da ex-prefeita ou de seus apoiadores. Munícipes camamuenses acreditam que Ioná irá registrar candidatura para obter densidade e em seguida apoiar algum candidato, isso por vingança do atual prefeito Enoc Souza (PP) que não permitiu aproximação da mesma no governo e tem mostrado serviço nas ações sendo aprovado por boa parte da população.

Fica a pergunta: O que quer Ioná? Seria uma obsessão da ex-prefeita em ser a comandante do município? Haveria uma realidade alternativa na mente da economista de que estaria plenamente quitada seus débitos judiciais? Afinal o que se passa na cabeça de Queiroz?

Talvez esta nem Froid explique, mas de certo a 78ª Zona Eleitoral deverá explicar bloqueando o registro da candidatura dela. Se isso ocorrer Ioná terá a satisfação de pedir música no Fantástico. Qual seria a pedida da tri?

Wellingthon Anunpciação

Jornalista Especialista em Comunicação Política

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo