Opinando

Ricardo Moura entre uma santa ou uma angiosperma

Ricardo Moura. Foto: Agência Andrade

O prefeito de Valença, Ricardo Moura (PSD), estará nos próximos dias anunciando sua vice, sim, ao pé da letra, sua vice, substantivo feminino.

Muito se especulava de que a ex-vereadora Maria Helena Cabral, sobrinha do ex-prefeito Ramiro Campelo, ocuparia a função, mas com a assunção da secretaria da Educação, na Prefeitura de Valença, a inviabilidade e negativa foram constatadas em logo.

Agora, o Partido dos Trabalhadores poderá coadjuvar com Moura a campanha de 2020. Isso por que, segundo fontes minhas, sairá do PT a vice para o alcaide, daí ele poderá escolher entre uma santa ou uma angiosperma (estes termos são para fazer vocês pensarem melhor, usar dicionários, e etc. coisas minhas).

Se optar por uma das duas vai ter militância ferrenha na campanha dele, uma vez que reforços já foram chamados e segundo informações a publicitária Luana Figueiredo é quem estrelará a tentativa de reestreia de Ricardo na prefeitura local, com apoio de profissionais especialistas.

Com a aquisição de uma das duas, que, por serem professoras e comandantes de espaços de luta na área da educação, a briga se torna mais ferrenha. Será “pau-a-pau”, não constará vencedor, mas agora uma luta para convencer os indecisos, público este que não esta nos grupos de redes sociais e apenas aguarda ouvir ou ler propostas possíveis de serem realizadas.

A este hora, Ricardo já esta com sua ampulheta contando as poucas horas para se decidir. Seria a “santa” ou seria a “flor” dos jardins do governo estadual?

Aguardemos para ver. Uma coisa eu tenho certeza, o grito do #ElaNão esta se tornando mais forte e a concorrência encontrou um alvo em comum.

Wellingthon Anunpciação

Jornalista Especialista em Comunicação Política

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar